segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

DÉBORA, PROFETISA E JUÍZA

Débora

A profetisa Débora fora convocada para julgar o povo de Israel numa época de idolatria, paganismo, progresso da civilização ímpia e opressão sob os cananeus.

SUA ESCOLHA.

Certamente,Deus a escolheu para juiza pelas seguintes razões:o propósito divino em sua vida,suas qualidades marcantes e a fim de mostrar que Ele não faz acepção de pessoas.

DÉBORA, PROFETISA E JUÍZA (Jz 4.4).

 Na Bíblia, os nomes quase sempre relacionam-se ao contexto sócio-histórico em que a pessoa vive, ou ao ofício que desempenha na comunidade.

O nome Débora, no hebraico, significa "abelha". O título "mãe de Israel" pode ser uma alusão às funções e à importância da "abelha-rainha" em seu meio (5.7).

Débora foi convocada para julgar seu povo num dos pióres momentos da vida nacional. Josué, o grande líder, não estava mais entre eles e, por isso, não havia unidade espiritual no país. A idolatria e a apostasia assolavam a nação (Jz 4.1,2).

Débora fora convocada pelo Senhor no mesmo instante em que o povo de Israel clamou por Ele (Jz 4.3).

Débora era casada com Lapidote e, provavelmente, descendia da tribo de Efraim (Jz 4.4,5). Mulher madura, séria, determinada e de conduta moral elevada. Além do mais, era muito corajosa: em nenhum momento temeu estar à frente da batalha com Baraque, o grande general dos exércitos de Israel (4.8).

Além de incentivar Baraque para guerra,concordou em acompanhá-lo até o lugar da peleja.

Antes de julgar Israel, Débora já atuava no ministério profético (4.4). Na Bíblia, há várias mulheres que se dedicaram a esse mister: Miriã (Êx 15.20), Hulda (2 Rs 22.14), Noadias (Ne 6.14) e Ana (Lc 2.36).

Como profetisa,Débora aconselhava o povo que vinha  para consultá-la (Jz 4.4,5).

Como profetisa, Débora não se acovardou. Entregou a mensagem divina a Baraque com segurança e determinação (Jz 4.6,7).

Era uma mulher animada e confiante em Deus.Havia grandes obstáculos a vencer:porém,ela via Deus mais forte que eles (Jz 4.6,7,9,14).

Débora era capaz, e profundamente espiritual.

Sabia discernir e julgar com retidão. Sob orientação divina estabeleceu um fórum público ao ar livre, facilitando o acesso de qualquer pessoa que desejasse receber seus conselhos (Jz 4.5; cf. 2 Sm 20.18).

Débora foi a única juíza de Israel. Sua história revela a mais retumbante das vitórias cantadas na Bíblia (Jz 5). Deus usa quem quer, como quer e onde quer. Sua multiforme sabedoria é a característica essencial das suas operações.

Era uma mulher agradecida."Juizes"5.1-31),ela fez menção do nome do Senhor por doze vezes(vs.2,3,4,5,9,11,13,23,31).

O Senhor continua buscando homens e mulheres fiéis, que estejam com a visão correta, no lugar e no tempo de Deus.

CONCLUSÃO

Débora é um exemplo de fé e coragem para todos os que amam a Palavra de Deus (1 Tm 1.6-12; Hb 11.32). Quando estivermos indecisos acerca do caminho a trillhar, é melhor seguirmos o exemplo de Débora. Tomarmos o caminho da confiança incondicional em Deus. Sua fé inabalável tornou-a determinada e atuante. Essas virtudes estão ao alcance de todos os que desejam viver sob a soberana vontade de Deus.

Bençãos de Deus para sua vida!!

ATT: Jocemar Porto. Um servo de Cristo a serviço da Igreja!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Power

<a href="http://www.powerplaymanager.com/r2060425/soccer/pt/"><img alt="Futebol - Jogos Online - Aprecia o gosto da ...